Seguidores

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Vídeo da Investidura do Grão Priorado do Brasil


Fora disponibilizado na Internet um vídeo que mostra partes da Investidura do Grão Priorado do Brasil da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém.

Tal vídeo, com pouco mais de 11 minutos, mostra os momentos principais da Santa Missa de Investidura, realizada pelo Arcebispo Dom Fares, Capelão do Grão Priorado, na Catedral Nossa Senhora do Paraíso.

PARA ASSISTIR AO VÍDEO NO YOUTUBE, CLIQUE AQUI.

Mostra também parte do jantar beneficente do Grão Priorado, que reuniu os mais ilustres Membros do Grão Priorado do Brasil, que como sabemos foi fundado em 1935, muitas décadas antes de surgirem as imitações de nossa Ordem, principalmente a imitação surgida em 1995.

Para aqueles que quizerem adquirir o DVD completo deste festivo dia, favor entrar em contato com a Secretaria do Grão Priorado do Brasil, ou com a Redação deste Site. 

domingo, 24 de junho de 2012

Aniversários na Casa Imperial e Real do Brasil


CASA IMPERIAL DO BRASIL
E REAL DE PORTUGAL

Neste mês de junho, três membros da Casa Imperial e Real do Brasil fazem aniversário. São eles:

DIA 6 de Junho



Aniversário de Dom Luís Gastão Maria José Pio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orléans Bragança e Wittelsbach, CHEFE DA CASA IMPERIAL E REAL DO BRASIL, e de iuri, DOM LUÍS I, IMPERADOR DO BRASIL. Dom Luís também é Infante de Portugal e Príncipe da Baviera.

CHEFE DA CASA IMPERIAL DO BRASIL
Nascido em 6 de junho de 1938, é o primogênito do Príncipe Dom Pedro Henrique de Orléans e Bragança, de iuri Dom Pedro III do Brasil. É bisneto da Princesa Dona Isabel, e trineto do Imperador Dom Pedro II.

DUQUE DE BRAGANÇA
Segundo uma corrente de intendimento, após a extinção da Casa de Bragança em Portugal, o direito ao Trono Português cabe aos descendentes de Dom Pedro II do Brasil, por ser este irmão da Rainha Maria II de Portugal, e portanto mais próximo a ela na linha de Sucessão que seu tio Dom Miguel. A questão da nacionalidade portuguesa não é exigida nestes casos, uma vez que os dinastas brasileiros mantém seus direitos em Portugal em virtude do Tratado do Rio de Janeira, de 1825.
Deste modo, o título de DUQUE DE BRAGANÇA, e de CHEFE DA CASA REAL DE PORTUGAL também cabe a Dom Luís do Brasil. 

PRÍNCIPE DA FRANÇA
Dom Luís de Bragança, Chefe da Casa Imperial do Brasil é hoje o 104o na Linha de Sucessão ao Trono Legitimista da França, sendo que o atual Chefe da Casa Real da França é Sua Alteza Cristianíssima Luís XX, Duque de Anjou.

GRÃO MESTRE DA ORDEM DE CRISTO
Dom Luís é também Grão Mestre de todas as Ordens de Cavalaria da Casa de Bragança, tais como:
Grão Mestre da Ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo;
Grão Mestre da Imperial Ordem do Cruzeiro;
Grão Mestre da Imperial Ordem da Rosa;
Grão Mestre da Imperial Ordem de Dom Pedro I;
Grão Mestre da Imperial Ordem de São Tiago;
Grão Mestre da Imperial Ordem de São Bento de Avis.

É ainda Bailio da Grã-Cruz da Ordem Cosntantiniana de São Jorge, e da Soberana Ordem Militar e Hospitalar de São João de Jerusalém, Rodes e Malta. 


DIA 8 de Junho
Aniversário de Dona Maria Gabriela Josefa Fernanda Iolanda Miguela Rafaela Gonzaga de Orléans Bragança e Liegne, Princesa do Brasil, Infanta de Portugal, Princesa da Baviera. Nascida em 8 de junho de 1989, é a quarta filha, segunda varoa do Príncipe Dom Antonio de Bragança e de Dona Cristina, Princesa de Liegne. Atualmente é a 5a na Linha de Sucessão da Casa Imperial e Real do Brasil.

DIA 24 de Junho

Aniversário de Dom Antônio João Maria José Jorge Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orléans Bragança e Wittelsbach, Príncipe do Brasil, Infante de Portugal, Príncipe da Baviera. É o 2o na Linha de Sucessão da Casa Imperial do Brasil.

sábado, 23 de junho de 2012

O Depoimento de um Católico

O texto a seguir foi escrito por Pedro da Silva, Locutor na Rede Vida de Televisão, e circula pelas redes sociais como o Facebook. Tal texto, chamado pela redação deste Blog de "O Depoimento de um Católico", poderia também ser chamado de 'O Desabafo', pois rebate uma séria de falsas acusações levantadas contra a Santa Igreja, nos meios da internet, onde o escudo do anonimato é a coragem dos covardes.

O DEPOIMENTO DE UM CATÓLICO
Por Pedro da Silva


SEJA CORAJOSO, LEIA ATÉ O FINAL!!
Glória a Deus por isso!! =)
Oras, é muito fácil olhar uma coisa e achar "bonito" e sair espalhando por aí porque todo mundo ta fazendo e sem procurar saber como as coisas realmente são. O mais triste é que, muitas pessoas católicas ou não e que sabem que o sistema não é assim se calam por medo e muitas vezes repassando essas mentiras que circulam por aí.

Mas agora vamos aos esclarecimentos, tudo o que está escrito aqui é verdade, existem provas e fatos.
Pra quem acha que a Igreja Católica é um lugarzinho onde os padres falam "é porque Deus quis assim e pronto" aqui vai uma informação: a Igreja Católica é a instituição com o maior número de prêmios Nobel do mundo,ou seja, a Pontifícia Academia de Ciências conta com o maior número de membros laureados com prêmio Nobel sendo que foram majoritariamente escolhidos como membros da Academia bem antes de serem premiados, e quem pensa que essa academia é um clubinho onde padres se reúnem ta bem enganado,muitos dos cientistas membros, provenientes de todo o mundo, não são católicos.
E como eu gosto de matar a cobra e mostrar o pau, vou disponibilizar inúmeros links para quem quiser olhar e verificar:
http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2007/10/10/mais-dois-premios-nobel-na-academia-pontificia-das-ciencias/

http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2007/10/10/mais-dois-premios-nobel-na-academia-pontificia-das-ciencias/

Agora sobre a questão dessa foto que fica circulando por aí.
Sabia que a Igreja Católica é a a Maior Instituição de Caridade do Mundo ?
Nossa,que contraditório isso não ?
Sabia que se a Igreja Católica saísse da África 60% das escolas e hospitais seriam fechados ?
Sabia que quando a epidemia de Aids estourou nos EUA e as autoridades não sabiam o que fazer eles chamaram as freiras da Igreja pra cuidar dos doentes porque ninguém mais queria fazê-lo ?
Que no Brasil até 1950 quando não existia nenhuma política de saúde pública eram as casas de caridade que cuidavam das pessoas que não tinham condições de pagar um hospital ?
Oras, vejamos só.
A Igreja Católica mantém na Ásia:
1.076 hospitais
3.400 dispensários
330 leprosários
1.685 asilos
3.900 orfanatos
2.960 jardins de infância

Na África:
964 hospitais
5.000 dispensários
260 leprosários
650 asilos
800 orfanatos
2.000 jardins de infância

Na América:
1.900 hospitais
5.400 dispensários
50 leprosários
3.700 asilos
2.500 orfanatos
4.200 jardins de infância

Na Oceania:
170 hospitais
180 dispensários
1 leprosario
360 asilos
60 orfanatos
90 jardins de infância

Na Europa:
1.230 hospitais
2.450 dispensários
4 Leprosários
7.970 asilos
2.370 jardins de infância

Alguém pode me dizer se existe qualquer outra pessoa, empresa ou instituição que faz pelo menos 1/4 do que está escrito acima ?


Links:
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=jZeH9OQkFlY http://temaspolemicosigreja.blogspot.com/2010/10/igreja-catolica-maior-instituicao-de.html
http://jornalpartilha.blogspot.com/2007/10/histria-das-ipsss-em-portugal.html
http://analisesocial.ics.ul.pt/documentos/1223380820T2vFD3xo1Yc47NV1.pdf
http://analisesocial.ics.ul.pt/documentos/1223380820T2vFD3xo1Yc47NV1.pdf
http://cotidianoespiritual.blogspot.com.br/2011/10/igreja-catolica-maior-obra-caritativa.html

Agora, "por que a Igreja não vende tudo o que tem pra ajudar essas pessoas necessitadas ?"
Veja só,a Igreja não poderia vender o que ela tem nem se ela quisesse, os bens da Igreja Católica são patrimônio de Roma e dos países em que ela está presente, além do mais existe o Tratado de Latrão, que impede a Igreja de vender o que está no Vaticano. Lembrado também que o trono não é de ouro é bronze dourado em madeira,Gian Lorenzo Bernini, o maior escultor do século XVII e também um extraordinário arquiteto, em 1657 começou o Trono de São Pedro, ou Cathedra Petri, uma cobertura em bronze dourado do trono em madeira do papa, que foi terminada em 1666. Mas vamos pensar que a Igreja deva vender tudo, se for assim, talvez todos os museus de mundo também devam vender as suas artes pra ajudar no combate da miséria, talvez todos os países devam dar as suas riquezas, talvez todas as pessoas devam dar o que tem, talvez você deva dar o seu computador que esta usando agora para ajudar na luta contra a miséria.

Link sobre o ''Trono de ouro'' :
http://www.arqnet.pt/portal/biografias/bernini.html

E aí, que tal ?
E ainda tem gente que diz que a Igreja é ignorante, que não se preocupa com a ciência, que não faz caridade, que tapa os olhos diante das coisas do mundo.

Peço desculpas se alguém se sentir ofendido, mas tudo que escrevi aqui é verdade, pode procurar além das fontes contidas aqui que vocês podem conferir.
Mas primeiramente quem se sentiu ofendido fui eu, porque pessoas que não sabem nada sobre a minha fé andam espalhando essas falsas informações por aí. Portanto, eu não poderia ficar calado de braços cruzados e criei essa contra campanha.
Peço aos Católicos, aqueles que são realmente Católicos e não tem vergonha nem medo de assumir isso e a todos que concordam com o que eu escrevi sendo Católicos ou não, que divulguem minha proposta pra podermos acabar com essas mentiras que circulam por aí. Se tiverem dúvida podem me incomodar, porque o que eu souber vou tentar usar pra esclarecer.
Eu sei que o texto já está meio grande, mas esse é um tema que não dá pra dividir ou deixar algumas partes de lado, por isso sempre que consigo mais informações eu as adiciono aqui.
Agradeço a paciência dos que leram, agradeço ás pessoas que compartilharam esta campanha, agradeço pelas informações a mais que me forneceram para enriquecer esse texto e agradeço principalmente ao meu pároco, que me proporcionou conhecimento sobre esse e diversos outros assuntos. E me desculpem pelo "porcurar" na imagem, mas enfim, ninguém é perfeito né XD
Compartilhem.

Obrigado!!!

terça-feira, 19 de junho de 2012

Ordem de São Lázaro de Jerusalém, Acre e Boigny

Aos Fiéis Leitores deste Blog de Cavalaria, gostaria de postar hoje uma matéria que visa o conhecimento histórico da Ordem do Hospital de São Lázaro. É comum nas Ordens de Cavalaria Cruzadas, que junte-se ao nome da Ordem os nomes das cidades onde esteve a Sede de seu Grão Magistério. Neste sentido, temos o valoroso exemplo de nossos irmãos Hospitalários de São João, que tem orgulho de usar o nome de sua Ordem como Ordem Militar e Hospitalar de São João de Jerusalém, Rodes e Malta; pois foi nestes locais que o seu Grande Magistério foi historicamente exercido.

Neste sentido, deveríamos seguir seu exemplo, e também chamar nossa Ordem juntamente com o nome das Cidades onde esteve seu Grande Magistério JERUSALÉM, SÃO JOÃO DE ACRE E BOIGNY.


A Soberana Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém, Acre e Boigny.

JERUSALÉM
Como sabemos, a Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro nasceu em um hospital de leprosos, extra murus na Cidade de Jerusalém. Tal Hospital, fundado por São Basílio por volta do ano de 370, permaneceu sob direção de Monges Armênios, sob o patrocínio dos Patriarcas Melquitas de Jerusalém, até o advento dos Príncipes Cristãos à Terra Santa, em 1096, quando a administração do Hospital de São Lázaro foi entregue ao Bem-Aventurado Blessed de Gerard, que em suas salas assumiu o posto de 1o Grão Mestre da Ordem de São Lázaro, e fundou a Ordem de São João, hoje dita Ordem de Malta.

Brasão d'Armas do Bem-Aventurado Grão Mestre Blessed de Gerard

 
Jerusalém foi Sede do Grão Magistério da Ordem, onde os Cavaleiros de São Lázaro mantinham-se como Soberanos do Hospital que lhes coube, juntamente com seus arredores. Tal soberania jamais foi contestada, tanto que o Hospital da Ordem de São Lázaro, possuía total autonomia administrariva da Cidade de Jerusalém.

Em Jerusalém o papel hospitalar da Ordem da Milícia e do Hospital era muito importante. Além dos leprosos tratados, os Cavaleiros de outras Ordens, acometidos pela lepra, juntavam-se a Ordem Lazarista. A necessidade de defender o Hospital, situado extra murus de Jerusalém, levou a Ordem a Militarizar-se cada vez mais, já que coube aos Cavaleiros mais fortes e robustos do Hospital, a formar uma Milícia armada, para defender os doentes tratados pela Ordem, contra as incursões dos mamelucos.

SÃO JOÃO DE ACRE
A Cidade de Jerusalém caiu em mãos pagãs em 1157, quando foi tomada por Saladino. Neste ponto a ação militar da Ordem de São Lázaro se revelou: abaixo das ordens do Rei de Jerusalém Guy I de Lusignan, participaram da captura da cidade de São João de Acre, que teve como início um cerco militar em 1189, que terminou com a vitória cristã em 1191.

São João de Acre era uma cidade portuária, a mais importante do Reino de Jerusalém. Segundo autores da época, a Cidade de Acre possuía uma receita financeira maior que todo o Reino da Inglaterra. Desta forma, podemos ter idéia da riqueza da cidade de Acre, que tornou-se a nova Capital do Reino de Jerusalém.


Vista de Acre

Foi em São João de Acre, que a Ordem exerceu com maior poder sua Soberania. Ai foi transferida a Sede de seu Grande Magistério, de maneira definitiva em 1191, quando era Grão Mestre o Frei Gerard de Montclar. Ai as atividades da Ordem de São Lázaro se modificaram: como não mais possuíam um Hospital para o tratamento de leprosos, a principal atividade da Ordem tornou-se a religiosa-militar. Abandonou-se o costume da incorporação de Cavaleiros leprosos ao seu séquito (isso em decorrência de Bulas Papais que o pediam), e passou-se a formar uma Milícia armada de primeira Ordem.

A Ordem tornou-se Soberana de metade da Cidade de São João de Acre, cabendo a outra metade ao Rei de Jerusalém. Foi nesta época que o papel militar da Ordem de São Lázaro tornou-se o grande baluarte cristão no Oriente Médio.


Fortaleza de São João de Acre

Os Cavaleiros de São Lázaro tomaram parte na Cruzada do Imperador Romano Frederico II em 1227. Ainda em 1224 batalharam contra os muçulmanos, naquela que ficou conhecida como a Batalha de Gaza. Abaixo do comando do Rei São Luís IX da França, os Lazaristas tomaram parte nas Batalhas de Damiette e de Monsourah, ambas em 1249. Nesta mesma época a Ordem de São Lázaro participou das investidas cristãs que bloquearam o avanço pagão.

O Grão Magistério da Ordem, exerceu-se em Acre entre os anos de 1191 a 1291, quando exatos cem anos após a tomada de Acre, a cidade é novamente perdida em mãos dos saracenos.

BOIGNY

Por volta de 1148 o Rei Luís VII da França vai a Jerusalém, onde conhece a Ordem dos Hospitalários de São Lázaro. Após lutar a seu lado, obtém a permissão do Grão Mestre, e retorna com 200 Cavaleiros Lazaristas para a França, em outubro de 1149. O objetivo dos 200 Cavaleiros Lazaristas na França era claro, propagar a Religião de São Lázaro (quando falamos em "Religião" estamos nos referindo a Ordem de Cavalaria, não à uma fé religiosa, pois para a Ordem a única Fé é a ligada ao Santo Padre o Papa), e o cuidado dos leprosos na França, que no século XII eram em grande número.


Castelo de Boigny, século XII.

Para abrigar os lazaristas, Luís VII, O Piedoso, doou o seu Castelo particular, situado em Boigny, perto da região de Orleans. Boigny era um importante centro para a Monarquia na França, lá haviam vivido Luís VI e Luís VII. Lá também Luís VII casou-se com a Princesa Constança, filha do Rei Alfonso VIII de Castela.


Em 1187 ocorreu a desastrosa perda da Cidade Santa de Jerusalém para os muçulmanos. Guy I, de Lusignan, Rei de Jerusalém, transfere a sede do Reino Latino de Jerusalém para a cidade de São João de Acre, e para lá transfere também as Sedes Magistrais das Ordens Cristãs, como a Ordem Hospitalar de São Lázaro, a Ordem Hospitalar de São João e a Ordem do Santo Sepulcro, entre outras. A Sede da Monarquia Latina de Jerusalém permanece em Acre até o ano de 1291, quando as ordas pagãs, após meses de cerco, tomam a cidade. O Rei Henri II de Lusignan, Rei de Jerusalém, transfere mais uma vez a Sede da Monarquia, mas desta vez para a ilha de Chipre, porém para lá não poderiam ir os Magistérios das Ordens Cristãs, que são enviados para a Europa.

Com a perda da fortaleza de Acre, e com a impossibilidade, por parte do rei Henri II de Lusignan, do estabelecimento das Ordens de Cavalaria em Chipre, a Ordem Militar e Hospitalária de São Lázaro de Jerusalém parte para a Europa, onde espalha-se entre a França, Itália e Inglaterra. A Sede do Grão Magistério da Ordem seguiu para o Castelo de Boigny, doação do Rei Luís VII, O Piedoso, da França. 


Baixo-relevo do Rei Luís VII, O Piedoso
levando os Cavaleiros de São Lázaro para Boigny

A Lepra ainda era muito espalhada pela Europa, de modo que a Ordem de São Lázaro teve possibilidade de implantar uma grande rede de Hospitais para o cuidado de leprosos. A importância da Ordem era tanta, que o Papa CLEMENTE IV, confiou o cuidado de todos os leprosos da Europa para a Ordem de São Lázaro. Em 1368 Jacques des Besnes é Eleito Grão Mestre da Ordem, e daí por diante, passa toda sua vida em Boigny, e organiza o local para que se torne o coração da Ordem em todo o mundo. 

Em 1430 a Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro passa por um processo de reafirmação de sua importância, no seio de uma sociedade extremamente perturbada. Em 1485 o XXIII Grão Mestre Jean le Cornu conduz o Capítulo Geral de Boigny.

As revoltas protestantes do século XVI causam a chamada "I Perda de Boigny", quando os protestantes calvinistas, sob o comando do confuso Príncipe de Condé, tomam o Castelo no ano de 1562. Após duras lutas os calvinistas são expulsos de Orlenas, e a Ordem retoma sua Sede Magistral em Boigny, tudo isso graças ao empenho pessoal do XXXI Grão Mestre François Salvati.
 
Brasão do Grão Mestre François III, Salvati

 
Na tentativa de evitar o interesse dos inimigos pela fortaleza, François III, Salvati, faz com que a valha muralha medieval seja removida, e o Castelo de Boigny adota uma aparência de Mansão de Campo. Em meio a uma grande confusão o Castelo foi saqueado, pondo termo aos trabalhos de restauração de Salvati, que desabita o prédio.

O Castelo de Boigny permaneceu desabitado por mais de um século, que o reduz a um estado deplorável. Em 1699 é assinado um tratado pela restauração do Castelo. Em abril do mesmo ano o Marquês Huget de Semoville propõe restaurar o Castelo com suas próprias rendas, o que é aceito pela Ordem com grande entusiasmo. Em 1700 o Castelo estava completamente restaurado, agora com características do novo estilo, torna-se uma Mansão neoclássica. 


Brasão d'Armas do Marquês de Semoville no Castelo de Boigny

A revolução francesa ameaça toda a Monarquia, e as Ordens de Cavalaria que dela dependem. Os revolucionários roubam o Castelo de Boiny e o vendem como "propriedade nacional", ocorrendo a chamada "II Perda de Boigny".

Em 1824 ocorre a Restauração da Monarquia, e com ela a Ordem Militar e Hospitalária de São Lázaro de Jerusalém retoma Boigny. Luís XVIII, Rei da França e Grão Mestre da Ordem, esforça-se para espalhar novamente o Lazarismo pelo Reino. Após a morte de Luís XVIII, seu irmão o Rei Carlos X torna-se o Protetor da Ordem, porém prefere não Eleger outro Grão Mestre, e entrega a Administração da Ordem para o Conselho dos Cavaleiros, liderados por um Vigário Geral. 

Com o golpe de estado de Luís Philippe d'Orleans, o mesmo que durante a revolução votou pela morte do Rei Luís XVI, Henrique V, Rei da França vai para o exílio. O "novo rei" Luís Philippe (que vale-se lembrar foi 'Rei dos Franceses' e não Rei da França) esforçou-se ao máximo para extinguir a Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém. Para evitar isso O Marquês de Autichamp, Vigário Geral da Ordem dês de 1824, põe a Ordem abaixo da Proteção dos Patriarcas da Igreja Católica Greco-Melquita, que foram os fundadores da Ordem no século IV. Em 1910, para dar novo impulso a Ordem, restaura a Chancelaria da Ordem junto ao Castelo de Boigny, que volta a ser o Coração da Ordem de São Lázaro.


Castelo de Boigny hoje

Com a Restauração do Grão Magistério sob a Casa de Bourbon, o Duque de Sevilha transfere a Sede Magistral para Madri, Capital do Reino da Espanha.

Por razões de praticidade, a atual Sede do Grão Magistério está na Cidade de Madri, mas isso é de fácil compreensão: Como a Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém está dês de 1291 sob a proteção da Real Casa da França, e sendo esta a Casa de Bourbon, o último Reino que a tem por Soberana é justamente o Reino da Espanha, e para manter-se abaixo de sua Real Proteção, achou-se mais conveniente manter-se na Capital de seu Reino.


Placa posta em 2007, que concede o título de "Comenda Magistral"

Para todos os efeitos históricos, O Castelo de Boigny mantém-se como a Sede Magistral da Ordem sendo chamado de "Comenda Magistral de Boigny", e seu velho Castelo é Sede da Comenda da Região francesa de Orlenas, além de ser Sede de Armorique, Normandia, Pays de Loire e de Touraine.


O Duque de Sevilha em companhia do Duque e da Duquesa de
Brissac em Boigny

Quem for conhecer a Cidade de Boigny, poderá ver na Igreja Paroquial da cidade, chamada de "Igreja Magistral" o Trono dos Grão Mestres da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém. Todos os anos é ralizada uma grande procissão de Cavaleiros da Milícia e do Hospital de São Lázaro, os "Cavaleiros da Cruz Verde" para rever a Sede Magistral de Boigny e para reatar a Ordem de São Lázaro às suas Raízes Históricas.   

Procissão dos Lazarista a Boigny em 2011
 
MAIS UMA VEZ: SOBERANA ORDEM MILITAR E HOSPITALAR DE SÃO LÁZARO DE JERUSALÉM, ACRE E BOIGNY
 
Desta forma demonstramos a importância das três Sedes Magistrais de nossa Ordem de Cavalaria. Devemos ter orgulho de nosso passado sentenário, e demonstrar nosso orgulho chamando nossa Ordem pelo nome que verdadeiramente lhe cabe.
 
Vida longa a Soberana Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém, de Acre e de Boigny!

sábado, 16 de junho de 2012

Registro de Armas Novas 004/2012



Tribunal Heráldico da Ordem Militar e
Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém
Grão Priorado do Brasil

Registro 004/2012

O Tribunal Heráldico do Grão Priorado do Brasil da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém, faz saber a todos, que efetuou o Registro do Brasão d'Armas do Cavaleiro Comendador Dr. César Amorim Krieger, KCLJ, sob Registro número 004 de 13 de junho de 2012, sendo que dispões que:

O escudo será partido. O I de blau carregado d’um leão rompante coroado, tudo d’ouro. O II de goles carregado de cinco cabeças de mouro de carnação, sangrando de goles, e revestidas de turbante de prata, postas em 2-1-2. Sobretudo chefe de prata com uma cruz de sinopla, da Religião de São Lázaro de Jerusalém. 

Exteriores: O escudo está posto sobre uma cruz maltesa de sinopla, e ao seu redor está à faixa de Cavaleiro Comendador da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém, que é de sinopla, filetada de púrpura, pendente o troféu militar da Ordem, e sua insígnia.
Sob o escudo está um elmo de prata filetado d’ouro e forrado de goles, perfilado em ¾ para a destra, carregado d’uma cruz maltesa de goles filetada d’ouro.
Paquife e virol em blau e ouro.

Timbre: um leão rompante d’ouro, coroado do mesmo, segurando na pata destra um par de assas de blau.

Lema: Um listel de goles, reverso de prata, com o lema DEI INTEGRITAS IUS, em maiúsculas latinas de prata.

Tal Registro terá acento junto aos Livros Armoriais do Grão Priorado do Brasil da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém, de maneira perpétua e irrevogável, salvo disposição contrária do Grande Magistério desta Ordem de Cavalaria.

Dado em 13 de junho de 2012, Festa de Santo Antônio de Pádua, Doutor da Igreja.

Andre Prinz von Trivulzio-Galli, Príncipe de Mesolcina, Conde della Loggia,
Juiz de Armas do Grão Priorado do Brasil


sábado, 9 de junho de 2012

Igreja de N. S. do Carmo: Capela do Grão Priorado do Brasil


Aos Heróico Leitores deste Blog de Cavalaria, falaremos hoje de um patrimônio histórico mundial, que além da sua grande importância Sacra, é muito representativa para o Grão Priorado do Brasil da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém.

O Grão Priorado do Brasil é a mais antiga representação da Ordem de São Lázaro constituída fora da Europa, sendo que o ano de sua fundação data de 1935. Ao longo deste quase um século de existência ininterrupta, o Grão Priorado adquiriu uma forte bagagem histórica, composta por cerimônias, datas festivas e atividades civis. Também adquiriu certos costumes próprios, como o de possuir uma igreja onde que com exclusividade, realizava suas cerimônias litúrgicas.

Interior da Igreja de N. S. do Carmo

A Igreja da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, foi inaugurada em 1592, sendo que passou por sérias reformas e modificações entre os anos de 1747 a 1758. Durante o período de nossa Monarquia (1500 a 1889) a Igreja do Carmo adquiriu grande destaque, mas foi principalmente durante o Reinado do Imperador Dom Pedro II, O Magnífico, que o Carmo ganhou seu brilho. O Imperador fazia constantes viajes a São Paulo, e sempre ia até a Igreja do Carmo, acompanhado da Imperatriz Teresa Cristina Maria de Bourbon-Duas Sicílias, e mais tarde da Princesa Imperial Dona Isabel, A Redentora.

A Relação da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém (e de Nossa Senhora do Monte Carmelo) iniciou junto da criação do Grão Priorado do Brasil em 1935. Era eminente que o Grão Priorado escolhesse uma igreja para realizar suas Cerimônias de Investiduras e suas Missas Votivas, em seus dias de Festa.


Interior da Igreja do Carmo
Foi nesta Igreja que o Conde de Aquino Correia, então Arcebispo de Cuiabá foi Investido como o I Cavaleiro da Ordem no Brasil. Foi aí também que o Presidente do País Dr. Getúlio Vargas foi feito Cavaleiro Lazarista, em 1936. 

A Igreja do Carmo segui sendo a predileta dos Grão Priores do Brasil durante a direção do Conde Jacek Pawel H. Zawicsvicki, e do Comendador Raymundo Yousseff Kenj, sendo que atualmente as Cerimônias do Grão Priorado do Brasil são ainda nela realizadas, e também o são na Catedral Nossa Senhora do Paraíso.

Conde Andre Galli della Loggia em visita a Igreja de N. S. do Carmo
A Igreja da Ordem Terceira do Carmo está localizada na Cidade de São Paulo, Avenida Rangel Pestana, Número 230, Centro, convidamos a todos que façam uma visita. 


Neste vídeo podemos ver a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, e pequena parte de sua história.   

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Corpus Christi


Hoje, quinta-feira, Dia de Corpus Christi, devemos nos recordar nossas obrigações como Católicos que somos. É um Dia de Preceito, ou seja, onde somos, pelo Direito Canônico, obrigados a comparecermos à Santa Missa. Por este motivo, é feriado nacional, pois o Brasil, como país católico, não poderia ter qualquer impeditivo aos Fiéis em suas práticas religiosas.

A Festa de Corpus Christi (do Corpo de Cristo) é muito antiga, e remota ao século XIII, quando o Santo Padre o Papa URBANO IV a proclamou pela Bula Transiturus, de 11 de agosto de 1264.

No Brasil é dia das cidades enfeitarem-se com os famosos tapetes de flores, areia, sal ou serragem, para citar apenas alguns dos materiais utilizados pelos fiéis para manterem viva uma tradição de mais de cinco séculos do nosso país.


É um dia muito especial, principalmente nas cidades históricas, onde ouve-se ainda os velhos hinos em latim, como o conhecido Tantum Ergo, que entoado pelo coros infantis, faz relembrar as procissões do tempo do Reino Unido, ou mais precisamente quando Dona Maria I era Rainha destas terras.


Em muitas cidades brasileiras é costume ornamentar as ruas por onde passa a procissão com tapetes de colorido vivo e desenhos de inspiração religiosa. Esta festividade de longa data se constitui uma tradição no Brasil, principalmente nas cidades históricas, que se revestem de práticas antigas e tradicionais e que são embelezadas com decorações de acordo com costumes locais.

Em Pirenópolis, Goiás, é uma tradição os tapetes de serragem colorida e flores do cerrado, cobrindo as ruas por onde passa-se a procissão de Corpus Christi, também enfeita-se cinco altares para a adoração do Santíssimo Sacramento, e execução do cântico latino Tamtum Ergo Sacramentum, esta procissão é acompanhada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento e pela Orquestra e Coral Nossa Senhora do Rosário. É neste dia que o Imperador do Divino recebe a coroa para a realização da Festa do Divino de Pirenópolis, do ano seguinte.


Em Castelo, no estado do Espírito Santo, as ruas são decoradas com enormes tapetes coloridos formados por flores, serragem colorida e grãos.

O município de Matão, São Paulo, é famoso por seus tapetes coloridos feitos de vidro moído,dolomitas, serragem e flores que formam uma cruz que se estendem por 12 quarteirões no centro da cidade onde passa a procissão da eucaristia, um espetáculo que reúne fé, tradição, arte e muita beleza. No ano de 2011 Matão realiza a 63ª edição do Corpus Christi,onde mais de 70 toneladas de materiais foram usados para compor os desenhos.A expectativa dos organizadores é que o evento atrairia um público total de 80 mil pessoas. A praça de alimentação do evento fica por conta das entidades filantrópicas da cidade.


A cidade de Mariana, Minas Gerais, comemora a festa de Corpus Christi enfeitando as ruas com tapetes de serragem e pinturas.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Rei da Espanha no Brasil


Sua Majestade Católica o Rei Juan Carlos I, da Espanha, visita hoje o Brasil, onde tratará de assuntos ligados à economia, e a imigração entre os dois países.

Sua Majestade reuniu-se com a Presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, onde manteve diálogo com a Presidente do Brasil e com diversos Ministros de Estado. Após a reunião, todos dirigiram-se ao Palácio do Itamaraty, onde ofereceu-se o tradicional Banquete em honra ao ilustre visitante.

O Rei Juan Carlos usará o idioma português em seus discursos em Brasília, uma vez que tem perfeito conhecimento de nossa língua, já que uma parte de sua formação deu-se em Portugal.


Para o Grão Priorado do Brasil da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém esta visita de Sua Majestade Católica representa muito, uma vez que o Rei da Espanha é Cavaleiro de nossa Ordem, e o terceiro na Linha de Sucessão ao Cristianíssimo Trono da França.

sábado, 2 de junho de 2012

Exclusividade na Kevelaer Declaration de 27 de maio de 2012

Pela primeira vez dês da abertura dos Trabalhos deste Blog de Cavalaria, conseguimos publicar com exclusividade um Documento Oficial do Grande Magistério da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém.

A Kevelaer Declaretion de 27 de maio de 2012, ou melhor, da "Declaração Pelo IX Centenário do Real Reconhecimento da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém" é um documento de grande importância, pois é a primeira vez na história desta Ordem de Cavalaria, que uma Declaração é firmada ao mesmo tempo pelo Príncipe Grão Mestre, e pelo Patriarca da Igreja Católica Greco Melquita, Protetor Espiritual da Ordem.

A Exclusividade com que publicamos este Documento é absoluta, uma vez que este ainda NÃO FOI PUBLICADO no Site Oficial da Ordem, logo, o Blog de Cavalaria foi o primeiro da fazer tal publicação em todo o mundo.

A Redação do Blog ORDEM MILITAR E HOSPITALAR DE SÃO LÁZARO DE JERUSALÉM, BRASIL, mais conhecido por todos como o eterno BLOG DE CAVALARIA, quer prestar agradecimento público ao Dr. Jose María Montells, Visconde de Portadei e Juiz d'Armas do Grão Priorado da Espanha, por mais esta inestimável prova de amizade e carinho.

ATAVIS ET ARMIS




Declaração do IX Centenário do Real Reconhecimento da Ordem Militar e Hospitalar de São Lázaro de Jerusalém (EXCLUSIVO)